Contactos

Bizzarri pedras

  • Pessoa de contato: Bizzarri Bizzarri
  • Telefone: +55 (11) 4416-81-11
  • Endereço postal: Rod Fernao Dias km 49,5 Portao Atibaia- SP, Atibaia, São Paulo, 12948110, Brasil

Renovações do site
Muros com pedra madeira, foto 1
  • Muros com pedra madeira, foto 2
  • Muros com pedra madeira, foto 3
  • Muros com pedra madeira, foto 4

Muros com pedra madeira

Muros com pedra madeira é na Bizzarri Pedras
Preço a confirmar
Enviar uma pergunta
Informação de contato
  • Pessoa de contato: Bizzarri Bizzarri
  • Telefone: +55 (11) 4416-81-11
  • Endereço postal: Rod Fernao Dias km 49,5 Portao Atibaia- SP, Atibaia, São Paulo, 12948110, Brasil
Descrição detalhada de um serviço

Vejo, muitas controvérsia em ideias, sugestões e relatos sobre construção de muro de arrimo.
Já executei e participei da construção de mais de 120 mil metros quadrados de muros, primeiro quando eu era servente de pedreiro e depois pedreiro e agora empreiteiro, e posso dizer que nunca tive um problema na construção de muros de arrimos. Eu mesmo com as minhas próprias mãos já construí mais de 20 mil metros quadrados de muro.
Há quase cinquenta anos aprendi, com os Srs. Josevino Mendes, Izer Bobadilha, Ibero Bobadilha e Ricardo Saboya Aragão; um português e três espanhóis; a fazer muitos tipos de trabalhos com pedras e principalmente o muro de arrimo com pedra.
Sr. Mendes, o português, trouxe o tipo de muro com pedra moledo do campo, os espanhóis o tipo de pedra cortada, bruta, paralelepípedo e as folhetas. Cada trabalho, mais bonito que o outro.
Voltando a falar do muro de arrimo, é difícil escrever, se constrói de um jeito ou de outro.
Exemplos:
1. Muro em barranco;
a. Altura;
b. O tipo da terra no barranco;
c. Se a parte de cima é encostado na divisa ou longe da divisa;

  1. Muro em área muito inclinada para enterro;
  2. Altura;
  3. O tipo de inclinação do terreno;
  4. A base do muro;
  5. A quantidade de terra que vai atrás do muro;

Obs. Quanto mais inclinado o terreno mais força faz no pé do muro.
3. Muro em terreno de brejo, lugar muito alagado, muito mole, em beirada de rio, lugar de muita enchente tem que ser de outros;

Então tudo isso tem que ser avaliado e analisado para depois construir.
Já fiz muitos muros em brejos até em cima de pau de eucalipto. Bate de 4 a 6 estacas, a 20 cm uma da outra, coloca um pau atravessado por cima delas, e faz isso de 1m a 1m, coloca varas de eucalipto verde de comprido por cima disto, criando uma esteira de pau como se fosse ferro, então foi construído o muro com pedras por cima dessas varas.
Já fiz muros com pneus com de até 3 metros de altura para fazer um lago. Fincam-se os paus de eucalipto verde ou tratado a cada espaço de um pneu, colocam-se os pneus cheios de terra entorno de cada pau até chegar 20 cm acima do eucalipto e em cima dos pneus, nas pontas dos eucaliptos fez-se uma cinta de concreto com quatro ferros corridos com 40 cm de largura e foi feito o muro em cima.
Já construí muro com 4mil metros quadrados utilizando 6mil sacos de cimento e já construí também muro com 3mil metros quadrados que não utilizei nenhum saco de cimento. Isso há quase 40 anos, então, escrever e comentar sobre construção de muro é muito complicado, cada lugar é um caso.
Cinco dicas para segurança:
1. Quando for aterrar atrás, aterrar com muito cuidado, por camadas e compactando- as.
2. A água da chuva, não pode chegar perto do lugar que esta sendo aterrado. Essa água deve ser desviada mesmo depois de tudo aterrado.
3. Se tiver o gigante, quando engata-lo no muro, não fazer apenas o cachimbo engatando na viga ou pilar do muro, chegar com o ferro do gigante e virar pelo menos 1m para cada lado da viga ou pilar e diminuir os espaços entre os estribos nesse lugar da amarração.
4. A viga quando estiver dentro do muro, usar no sentido horizontal e não vertical. O muro exerce mais força para fora.
5. Transpasse das vigas e pilares, transpasso, dependendo do ferro, de 1m a 2m.

Já vi muro muito bem feito, estavam aterrando atrás com terra e cimento, mais de mil sacos de cimento misturado com a terra, só que deu uma chuva muito forte nesse intervalo de tempo, entrou muita água da enxurrada atrás do muro, o forçou para fora e ele caiu. Não tomaram o cuidado de desviar a água naquele momento. Às vezes vem uma chuva muito forte e em meia hora e as coisas acontecem. Pena.
Já vi muro muito bem feito, mais de cem metros de cumprido, por cinco metros de altura, muitas vigas, pilares e gigantes, tudo comprido, entrando no terreno firme, mas quando engataram o gigante na viga, fizeram só o cachimbo e não entraram com o ferro dentro da viga, um dia de chuva forte o cachimbo do gigante não aguentou, virou e o muro desgrudou do gigante e caiu. Os gigantes ficaram todos do mesmo jeito que haviam sido feitos, engatados no terreno firme. Pena.

Há quase 30 anos atrás fui chamado por um proprietário apavorado, triste e nervoso, de uma residência da qual, o muro de uns 7 metros de altura por uns 50 metros de comprimento, no fundo do seu terreno, já havia caído duas vezes e a piscina que estava a 4 metros do muro arriou uns 30 cm e desnivelou-se em cima. Analisamos o lugar e construímos o muro, nivelamos o fundo da piscina e a borda em cima, arrancamos os azulejos e impermeabilizamos novamente, assentamos os azulejos, completamos com terra os espaços vazios e executamos o contra piso em volta da piscina com o piso em pedras e o paisagismo. O muro e a piscina ainda estão lá em perfeito estado.
Bizzarri Pedras
“A arte em construir com pedras”
50 anos de experiência, conhecimento e dedicação ao cliente. Aprendendo e ensinando pessoas a trabalharem com pedra em muros de arrimos, escadas, revestimentos, paredes em pedras, pórticos, torres, mirantes, lagos, cascatas, caminhos, calçamentos, portas em pedras, grutas, igrejas, tuneis, pilares e etc.

Trabalhos com madeiras: decks, pergolados, pontes e quiosques.

Coisas que devemos aprender ao mexer com as pedras:
1. Admira-las;
2. Não judiar delas;
3. Ter elas sempre por perto;
4. Se cortar elas, primeiro conversar com elas;
5. Não falar alto perto dela;
6. Não falar em valores perto delas. Elas escutam e sentem;
7. Aumentar a energia boa que já existe nelas;
8. De vez em quando acaricia-las e falar: – Você é linda, gosto de você;
9. Sempre colocar água e um pé de planta perto delas, elas gosta e sentem;

Categoria do catálogo Negociol.com: Trabalhos de acabamento e reparação em São Paulo
Criado: 17/04/14 10:51
Alterado: 17/04/14 10:51